A Itália que não está nos guias de viagem

Eliza Reide2
Descobrir em Roma uma loja de artigos em couro que Audrey Hepburn adorava, ou um palazzo transformado em hotelzinho superexclusivo pela Fendi – Villa Laetitia. E que tal alugar um apartamento e contratar um chef italiano para um jantar? Provar o melhor “bolognesa” da cidade em um restaurante que só os romanos frequentam… É o que promete a novíssima My Hidden Gems, uma empresa de receptivo na capital italiana e na Toscana especializada em montar a sua agenda. De roteiros personalizados para um dia ou horas de compras à indicação e reserva de restaurantes, hotéis, aulas de cozinha, day trips e muito, muito mais. “A ideia é proporcionar experiências únicas de um insider”, conta sua idealizadora, Eliza Reid, que acompanha pessoalmente os roteiros de personal shopper, se o cliente quiser. Anglo-brasileira, Eliza tem acesso a uma lista preciosa de endereços que fogem do comum e consegue descontos em muitas das lojas que indica. “Muitas das lojas fazem tudo sob medida”, diz Eliza e exemplifica as sandálias rasteiras que as brasileiras adoram. A partir de 150 euros pelo roteiro customizado de shopping. My Hidden Gems estreia em janeiro.

Anúncios

7 restaurantes em Roma

almoroUm amigo habitué da capital italiana revelou para o WHIZ sua lista de restaurantes imperdíveis.

1) Dal Bolognese (Piazza del Popolo, 1,tel. 39-06/361-1426) – Popular entre políticos e personalidades, na Piazza del Popolo. De entrada, peça uma porção para dividir em dois. Sugestão: pasta (fetuccini/tagliatelle ou lasanha) alla bolognese. De prato principal (também dividir), Polpetone alla Bolognese, com purê de batata. Faça reserva. O preço um pouco mais alto, mas é imperdível.
2) Al Moro (foto acima; Viccolo delle Bolette, 13, tel. 39-06/678-3495) – Numa pequena rua que não entra carro, a poucos passos da Fontana di Trevi, esse restaurante familiar (os proprietários são Franco e Andrea Sig, pai e filho) é pequenino, frequentado só por romanos. De entrada, Fiori di Zucca (recheadas de mussarela e alici), crochetta, carcioffi alla romana e mussarela fresca. Os pratos são todos ótimos principalmente as massas: Spaghetti all Moro, Spaghetti Matriciana, Spaghetti alle Vongole. Sobremesa: peça Zabaione com Chocolate. Faça reserva.
3) Nino (11 Via Borgognona, tel.39-06/679-5676)  – No circuito das lojas, em uma paralela entre Via Condotti e Via Frattina, ótima pedida para almoçar. Fica ao lado da loja Ermenegildo Zegna. Pratos típicos italianos com ambiente  movimentado. A Carcioffi alla Romana (alcachofra) é ótima. Pode ser conveniente passar por lá a pé, antes do horário de pico, e solicitar uma reserva para o mesmo dia.
4) La Rosetta (Via della Rosetta, 8, tel. 39-06/686-1002) – Um restaurante requintado, tradicional desde 1966, perto do Pantheon, é especializado em peixes e frutos do mar. Faça reserva.
5) Piperno (Monte dé Cenci, 9, tel. 39-06/ 6880-6629) – Além do local muito pitoresco (pequena praça com mesas fora), tem todas as entradas iguais as do Al Moro e a melhor Coda alla Vacinara (rabada) de Roma. Vale muito a pena conhecer.
6) Due Ladroni (Piazza Nicosia, 24, tel. 39-06/686-1013) – Local famoso, comida romana boa com influência napolitana, mesas dentro e fora e ambiente descontraído.
7) Antico Caffé Greco (Via Condotti, 84) – Um clássico desde 1760, já recebeu Goethe e Keats, entre muitos outros intelectuais. No início da Via Condotti, tem um salão interno para tomar drinques e aperitivo espetacular. É um point obrigatório para quem vai a Roma.