O próximo destino ‘explora’

Valle Sagrado, Peru

Valle Sagrado, Peru. Com inauguração prevista para julho de 2016, a uma hora de Cuzco, o hotel explora Valle Sagrado promete novas aventuras com muito conforto neste destino dos Andes peruanos especialmente conhecido por seus povoados indígenas e sítios arqueológicos. Montado em uma das haciendas do vale, com antigas plantações de milho e vista para as montanhas que um dia foram ocupadas pela civilização inca, o hotel terá 50 apartamentos, dos quais seis suítes com 57 metros quadrados, além de restaurante, varandas, bares, lounges, biblioteca e loja. No cardápio de explorações, mais de 20 (a pé, de bicicleta ou, simplesmente, contemplativas). Acompanhados por guias locais (todos foram recrutados lá), com foco na cultura e história da região, os passeios levam à Cordilheira dos Andes, para ruínas pouco visitadas e por trajetos alternativos às ruínas mais conhecidas. Aguarde!

PROGRAME-SE JÁ 
E enquanto o hotel no Peru não abre…. O grupo explora, que tem propriedades no Atacama, na Patagônia e na Ilha de Páscoa, possui diversos benefícios para brasileiros: no programa familiar, o primeiro filho é cortesia e a partir do segundo filho, a tarifa é de 50% sobre a tarifa familiar (benefício válido para famílias com o mínimo de 2 adultos e para até 4 filhos de até 18 anos). Já no programa para apartamentos duplos, fique 4 noites e pague 3. Ou fique 8 e pague 6 noites. Todos os viajantes que visitarem mais de uma propriedade do explora na mesma viagem têm, ainda, um adicional de 5% de desconto. Os programas estão sujeitos a disponibilidade e são válidos para reservas para hospedagem até 28 de fevereiro – não incluem períodos de Natal, Réveillon e Carnaval. Reservas pelo tel. 0800-8783158. Na foto abaixo, visão aérea da Ilha de Páscoa!
aeras-rapa-nui-04-mfsw0gvcpl8y2he7ibwnziuuze912alyg2s9qkfp8o

Anúncios

Unique Lodges of the World

sayari-serengeti-lodge-guest-2-crop.adapt.945.1Quem está em busca de refúgios incríveis não pode deixar de conferir a coleção recém-lançada pela National Geographic Society. Unique Lodges of the World reúne 24 lodges no mundo que privilegiam práticas sustentáveis e excelência em hospedagem e convidam a experiências autênticas, em sintonia com a cultura e natureza do lugar. Acomodações confortáveis, cozinha gourmet, design e sustentabilidade são a marca desses hotéis. Entre eles, Sayara Camp (foto acima), no Serengeti National Park, na Tanzânia (África). WHIZ mostra aqui um em cada continente, mas vale ver a lista completa.
Three Camel Lodge, em Gobi, Mongólia (Ásia)
three-camel-lodge-exterior-03.adapt.945.1
Longitude 131, Austrália (Oceania)
longitude-luxury-tent-exterior-individual.adapt.945.1
Lapa Rios Ecolodge, Osa Peninsula, Costa Rica (América Central)
Lapa rios Costa Rica
Kapari National Resort, em Santorini, Grécia (Europa)
slider
Inkaterra Machu Picchu Pueblo Hotel, Peru (América do Sul)
itmp-rooms-villa-inkaterra-0091
Fogo Island Inn, Canadá (América do Norte)
fogo-long-studio.adapt.945.1
Pelo site da coleção, além de saber o motivo pelo qual o lodge é considerado único, você confere destaques da estadia em cada um deles e pode fazer a reserva online.

Os melhores restaurantes da América Latina

Todos os chefs premiados pelo Latin America's 50 Best Restaurants - Foto Latin America's 50 Best Restaurants

Lima, no Peru, foi palco da premiação do Latin America’s 50 Best Restaurants 2014, que elegeu os melhores restaurantes da América Latina. A cerimônia foi realizada no Country Club Lima Hotel, na noite do último 3 de setembro. Essa foi a segunda edição da premiação, organizada pela revista britânica Restaurant. Nove restaurantes brasileiros aparecem no ranking: D.O.M, Maní, Mocotó, Roberta Sudbrack, Remanso do Bosque, Olympe, EpiceAttimo e Fasano. Só o México teve mais restaurantes na lista (10) do que o Brasil. Para escolher os melhores, todos os 225 jurados listam sete restaurantes, por ordem de preferência, em que tenham comido nos últimos 18 meses, sendo que pelo menos três devem ser de fora de seu país de origem. Na foto acima, os 50 chefs premiados. Abaixo, os 10 primeiros restaurantes colocados!

1º – Central (Lima, Peru): comandado pelo jovem e talentoso chef  Virgilio Martinez, o Central fica em uma rua escondida do charmoso bairro de Miraflores. O salão, repleto de luz natural, tem vista para a cozinha aberta, de onde saem pratos autênticos peruanos. Com ingredientes amazônicos e indígenas, vegetais orgânicos e técnicas elaboradas, o menu impressiona até os paladares mais refinados. O menu degustação – com oito pratos preparados à perfeição – é a melhor pedida da casa. Na foto abaixo, o chef Virgilio Martinez e Pía León.
O chef Virgilio Martinez e Pía León, do Central, eleito o melhor da América Latina -Foto Latin America’s 50 Best Restaurants

2º – Astrid y Gastón (Lima, Peru): a dupla de jovens chefs Astrid e Gastón mescla os sabores locais aos asiáticos em uma saborosa e criativa culinária de fusão. O restaurante já é famoso em muitos lugares onde mantém filiais, como Chile, Colômbia, Argentina, México e Espanha. A casa ficou no bairro de Miraflores durante 20 anos, até que este ano reabriu no antigo complexo Casa Moreyra, que passou por reforma. Recentemente, Gastón anunciou que deixará a direção da casa, que agora será responsabilidade de sua esposa, Astrid, e do chef Diego Muñoz, que trabalha lá há dois anos.
3º – D.O.M. (São Paulo, Brasil): em 2013, o restaurante de Alex Atala já apareceu na lista, na 2ª posição. Desta vez está em terceiro lugar e o chef também recebeu o prêmio pelo “Conjunto de sua Obra”. Priprioca, cupuaçu, açaí tucupi… Foram esses ingredientes amazônicos que deram notoriedade a Alex Atala. Curioso pelas iguarias existentes em solo nacional, ele cria pratos mesclando produtos típicos e receitas tradicionais. Na foto abaixo, Alex Atala recebe prêmio.
O chef brasileiro Alex Atala recebe o prêmio pelo Conjunto de sua Obra - Foto Latin America’s 50 Best Restaurants
4º – Maní (São Paulo, Brasil): em um ambiente informal e feminino, Helena Rizzo e Daniel Redondo conseguiram algo até então inédito no Brasil – expressar, com uma técnica perfeita, a complexidade da natureza brasileira em toda a sua diversidade, dando vida a pratos multiculturais.
5º – Boragó (Santiago Chile): em um casamento perfeito entre a gastronomia endêmica, baseada em elementos da terra e ingredientes orgânicos, e a cozinha molecular, que usa, entre outros elementos, o nitrogênio para modificar a textura dos alimentos, o Boragó oferece uma experiência gastronômica única. Apesar de servir a la carte, a melhor opção é o menu-degustação de 8 pratos harmonizados com vinhos ou sucos. Já no momento da reserva, a hostess busca saber os gostos do cliente, e uma segunda visita deve ser notificada, assim os chefs elaboram pratos diferentes.
6º – Pujol (Cidade do México, México): com um ambiente elegante e discreto, o restaurante também está entre os 50 Melhores Restaurantes do Mundo pela revista Restaurant. A culinária é comandada pelo consagrado chef Enrique Olvera e serve cardápio nacional e internacional, que muda sazonalmente. A carta de vinhos é excelente.
7º – Maido (Lima, Peru): o restaurante faz uma combinação perfeita da culinária japonesa tradicional e a “nikkei”. Proprietário e chef, Mitsuharu Tsumura serve desde sushis e sashimis frescos até pratos que incorporam ingredientes peruanos tratados com a polida técnica japonesa.
8º – Biko (Cidade do México, México): também listado entre os 50 Melhores Restaurantes do Mundo pela Restaurant, o Biko oferece pratos internacionais e especialidades locais, todos apresentados de forma muito criativa.
9º – Tegui (Buenos Aires, Argentina): em um dos restaurantes mais cults de Buenos Aires, os visitantes são surpreendidos assim que chegam, ao passar por uma pequena porta preta rodeada de muros grafitados. A cozinha é um grande laboratório onde o chef Germán Martiteguis prepara pratos irretocáveis. Prove a terrine de coelho com pera, molho tártaro e pistache. Para uma experiência portenha, vá de sirloin argentino com chimichurri, batatas cozidas em carvão, ovos e farofa.
10º – Quintonil (Cidade do México, México): desde 2012, ano de sua abertura, o restaurante começou a despontar na capital mexicana. O chef e co-proprietário Jorge Vallejo já trabalhou no Pujol, onde obteve grande parte de sua experiência. Para se sobressair, utiliza ingredientes nativos e alimentos locais fornecidos por produtores artesanais, em um revival de receitas tradicionais mexicanas.

Por Equipe Teresa Perez 

Lima para gourmets

Miraflores-Lima DivulgacãoTersa Perez

Na capital do Peru, os bairros de Miraflores (foto acima) e Barranco, historicamente frequentados por intelectuais e artistas, concentram grande parte dos ótimos restaurantes da cidade. Ali estão alguns dos chefs que colocaram Lima no mapa foodie mundial, exportando seus ceviches e ajís numa mistura explosiva de novos sabores.​

Nossos restaurantes favoritos por lá
Astrid&Gastón DivulgacaoAstrid Y Gastón
: a dupla de jovens chefs Astrid e Gastón mescla os sabores locais aos asiáticos em uma saborosa e inventiva culinária de fusão. O restaurante, apontado como o número um da América Latina pela revista britânica Restaurant, já é favorito também em outros lugares onde mantém filiais, como Chile, Colômbia, Argentina, México e Espanha. Em Lima, a casa é uma das mais badaladas do bairro de Miraflores. Calle Cantuarias, 175, Miraflores, tel. +51 1 4441496.
Central: comandado pelo jovem e talentoso chef Virgilio Martinez, o Central fica em uma rua escondida de Miraflores. O salão banhado com muita luz natural tem vista para a cozinha aberta, de onde saem pratos autênticos da cozinha peruana. Com ingredientes amazônicos e indígenas, vegetais orgânicos e técnicas elaboradas, os pratos impressionam até os paladares mais refinados. O menu degustação – com oito pratos – é a melhor pedida da casa. Calle Santa Isabel, 376, tel. +51 1 2428515.
Rafael DivulgacaoRafael: pequeno e com uma entrada bastante discreta, o restaurante está escondido em uma ruela de Lima. O ambiente interior, porém, é bastante charmoso. A decoração clean ganha toques divertidos com brinquedos antigos dispostos ao lado das garrafas do bar. No menu, delícias peruanas preparadas primorosamente e servidas à perfeição. Entre os destaques, canilla de cordero braseada lentamente al horno com miel y especias brilha no cardápio. No jantar, o menu degustação vale a pena. Calle San Martin, 300, tel +51 1 2424149.

SE VOCÊ FOR
Hotel B: construído no estilo da belle époque, já foi refúgio para o presidente peruano Augusto Leguía na década de 1920. As  características arquitetônicas foram preservadas e, a elas, foram acrescidas obras de arte. Por estar cercado de galerias e estúdios de artistas, é quase natural sentir-se em um ao entrar no hotel.

Hotel B Lima DivulgacaoTodos os quartos têm personalidade e, apesar de todo o requinte, são aconchegantes e perfeitos para que os hóspedes fiquem à vontade. O restaurante, bar e lounge foram cuidadosamente projetados para servir como uma introdução para o emocionante cenário gastronômico de Lima. Com a cozinha peruana em ascensão em todo o mundo, lá se pode degustar o antigo e o novo em uma atmosfera casual que equilibra o serviço tradicional com um espírito aventureiro.

Por Equipe Teresa Perez

Hotel B, Lima

Hotel B

Dica para quem vai a Lima, no Peru. O despojado e boêmio bairro de Barranco ganhou um hotel design. Entre residências diplomáticas, galerias de arte e estúdios de artistas peruanos, o Hotel B ocupa uma mansão histórica de 1914 minuciosamente restaurada. Décor contemporâneo e muitas peças de arte moderna. Só 17 suítes ultraconfortáveis, spa e um restaurante que mistura sabores peruanos e mediterrâneos. Hóspedes têm acesso exclusivo e privado à Lucia de la Puente Gallery, dedicada à arte contemporânea peruana.

SE VOCÊ FOR
Imperdível: também em Barranco, o fotógrafo de moda peruano Mario Testino exibe a expô “Alta Moda”, na qual retrata trajes típicos da região de Cuzco em 27 imagens. Onde? Na Associacão Mario Testino (MATE), até 16 de setembro de 2013.

Os melhores hotéis da América do Sul

Bangalô Pousada São Francisco Corumbau
Todo ano, o respeitado guia Condé Nast Johansens elege os melhores hotéis do mundo. Na lista dos premiados por excelência em 2013, estão 5 brasileiros. Divulgamos aqui os vencedores da América do Sul. Para visitar em 2013!

Melhor Hotel de Praia
Fazenda São Francisco do Corumbau (foto acima): um mix de simplicidade rústica e design moderno cativa nesta pousada na Ponta do Corumbau (BA).  Bangalôs e quartos espaçosos dão para o mar e o restaurante combina sabores da Bahia e cozinha internacional. Entre as atividades, pedaladas na praia e passeios de caiaque.
Melhor Hotel-Spa
Kurotel: não é de hoje que o spa médico em Gramado (RS) faz fama internacional. Todo conforto e elegância na construção de estilo colonial europeu. É extenso o menu de tratamentos – de antistress e emagrecimento a programas desenvolvidos para mamães e seus recém-nascidos.
Melhor Lodge
La Hacienda Estalagem e Restaurante: mais um eleito em Gramado (RS). Só seis chalés em meio a uma área de 70 hectares com córregos e cascatas. Decoração rústica e confortos como lareira e hidromassagem.
Melhor Serviço
Llao Llao Resort Golf & Spa: o resort tradicionalíssimo em Bariloche (Patagônia Argentina), construído em 1938.  Elegância, ótima estrutura para famílias, campo de golfe de 18 buracos e a bela paisagem que convida a aventuras – de trekkings a pescaria e mountain bike.
Suite Inkaterra Machu Picchu
Melhor EcoResort
Inkaterra Machu Picchu Pueblo Hotel (foto acima): a 15 minutos da cidadela sagrada, jardins tropicais, fusion food, spa com terapias à base de essências naturais e um cardápio de excursões.  Algumas das charmosas cabanas têm terraço e piscina particular.
Melhor Hotel
Hotel Unique (foto abaixo): o hotel em São Paulo se destaca pelo design de interiores de João Armentano, a arquitetura por Ruy Ohtake e o paisagismo de Gilberto Elkis. Nos quartos, banheira de hidromassagem, amenities de banho Bulgari e Havaianas.
Hotel unique São Paulo
Melhor Refúgio Romântico
Pousada Patacho: em São Miguel dos Milagres (AL), cinco quartos com vista para o mar, chuveiros com aquecimento solar, café da manhã sem hora para terminar e atividades como passeios de jangada. Um lugar quase secreto em Alagoas.   
Melhor Hotel Boutique
Legado Mitico: uma ótima dica em Buenos Aires, fica em Palermo Viejo e cada um dos quartos faz referência a uma personalidade da história da Argentina – como Eva Peron e Che Guevara.

Onde comer em Cuzco?

Stephen Post, concierge no Palacio Nazarenas, o mais novo hotel da cidade peruana – propriedade da coleção Orient-Express –, recomenda cinco restaurantes imperdíveis por lá.

Senzo: Plaza Nazarenas, 144, tel. +51 (084) 58-2222. Não há como não indicar. Novidade em Cuzco, o restaurante do Palacio Nazarenas tem no comando o conceituado chef peruano Virgilio Martinez, que dá um toque contemporâneo à cozinha andina. Ingredientes fresquinhos e regionais são colhidos no jardim!
El Tupay: Calle Palacio, 136, Plazoleta Nazarenas, tel. +51 (084) 60-4000. Restô romântico do Hotel Monasterio, mistura ingredientes locais e culinária francesa. Às terças, quintas e sábados, algo a mais – a apresentação de cantores de ópera.
Cicciolina: Calle Triunfo, 393, tel. +51 (084) 239-510. Numa charmosa casa colonial (foto abaixo), os pratos são elaborados a partir de receitas com ervas e vegetais do Valle Sagrado. Também é bar de tapas (especialidades em miniatura).
Le Soleil: Calle San Agustín 275, tel. +51 (084) 24-0543. Um francês gourmet onde você vai se deliciar com clássicos como confit de canard.
Limo: Portal de Carnes, 236, tel. +51 (084) 24-0668. No segundo andar da antiga Casa del Inquisidor, a cozinha é peruana e a vista para a Plaza de Armas maravilhosa. O pisco bar é um dos mais badalados da cidade.

Vale saber – no prêmio World’s Best 2012, os leitores da revista Travel + Leisure deram a Cuzco o primeiro lugar entre as cidades na categoria México, América Central e América do Sul – o destino contabilizou 86,68% dos votos. Para visitar!

5 restaurantes em Lima


WHIZ indica os endereços para comer muito bem na capital do Peru.

Mesa18
: Av. Malecón de La Reserva 1035, Miraflores, tel. +51 (1) 610-4000. No Miraflores Park Hotel, serve pratos da interessante cozinha fusion japonesa e peruana. O chef à frente do restaurante, Toshiro Konishi, trabalhou com Nobu.
Rosa Náutica: Espigón 4 Circuito de Playas, Miraflores, tel. +51 (1) 445-0149. Super bem localizado, em um píer (foto acima), onde se almoça apreciando o surfe. Entre as especialidades, ceviches e peixes e frutos do mar fresquinhos. O restô acaba de abrir uma filial em Buenos Aires.
Perroquet: Los Eucaliptos, 590, San Isidro, tel. +51 (1) 611-9000. No Country Club Hotel, com vista para o golfe, ótimo para almoço ou jantar. Menu de cozinha internacional. O hotel é uma atração à parte, boa dica de hospedagem na área de San Isidro. Construído em 1927 e declarado Patrimônio Cultural, seu décor reúne objetos e obras de arte peruana dos séculos 16 ao 19 do Museo Pedro de Osma. 
La Gloria: Calle Atahualpa 201, Miraflores, tel. + 51 (1) 445-5705. Numa casa antiga, seu lema: “cocinamos para usted e para nosotros”. Muitas delícias bem elaboradas com peixes, frutos do mar, massas e carnes.
Huaca Pucllana: General Borgoño cdra 8, Huaca Pucllana, Miraflores, tel. +51 (1) 445-4042. Típico peruano, o restaurante tem localização espetacular: fica na zona arqueológica Pucllana.

Peru by Morena Leite

A chef Morena Leite dá dicas exclusivas ao WHIZ de sua viagem ao Peru.
“A coisa mais gostosa da viagem foi o hotel que fiquei em Cuzco: o Monasterio.” Na praça central, ocupa um antigo mosteiro de 1592 (foto abaixo) e faz parte da coleção Orient-Express. Um luxo! Um dos restaurantes imperdíveis em Cuzco? Cicciolina (Calle Triunfo, 393, tel. + 51 (084) 239-510), que fica no segundo andar de uma casa colonial e serve pratos bem elaborados com verduras e ervas orgânicas do Valle Sagrado de los Incas.

Em Lima, a mestre-cuca indica:
Malabar (Av Camino Real 101, San Isidro, tel. +511 440-5200). Dica para um jantar romântico. Pratos tradicionais interpretados de forma sofisticada.
Fiesta (Av. Reducto 1278, Miraflores, tel. +511 242-9009). Ótima gastronomia regional de Hector Solis.
Rafael (Cl. San Martín, 300, Miraflores, tel. +511 242-4149). Uma fusão de sabores – do Peru à França, passando por outros cantos de mundo visitados pelo chef Rafael Osterling.
Don Fernando (General Garzón, 1788, tel. +511 261-0361). Pratos da cozinha do norte do Peru, feitos por gerações.
Central (Santa Isabel 376, Miraflores, tel. +511 242-8515). O restaurante do jovem chef Virgilio Martinez, peruano que trabalhou com o grande Gastón Acurio.
Astrid y Gaston (Cl. Cantuarias, 175, Miraflores, tel.+511 242-5387). Um dos restôs mais cools da cidade, moderno, com culinária crioula-mediterrânea.
Madam Tusan (Av. Santa Cruz, 858, Miraflores, tel. +511 505-5090). “Chifa” (nome peruano para um restaurante chinês), com estilo e criação do celebrity-chef Gastón Acurio.
La Mar Cebichería (Av. La Mar 770, Miraflores, tel. +511 421-3365). Gastón Acurio comanda essa cevichería que virou hot spot e tem até filial em São Paulo. A casa-mãe em Lima só abre para almoço e não aceita reservas!
Restaurant Huaca Pucllana (General Borgoño cdra. 8, Miraflores, tel. +511 445-4042). Um dos melhores para jantar em Lima sobretudo pela localização, em meio a um sítio arqueológico. Cozinha criativa peruana.

Novo Orient-Express a caminho

A Orient-Express, empresa por trás de uma coleção de hotéis, cruzeiros e trens mundo afora, prepara sua mais nova empreitada:  o Palácio Nazarenas, um hotel exclusivíssimo em um antigo palácio e convento em Cuzco, no Peru. Com inauguração marcada para junho de 2012, a propriedade será a sexta do grupo no país. No projeto, três anos de restaurações, realizadas sob a orientação de oito arqueólogos e com supervisão do Instituto Nacional de Cultura do Peru (INC). E a Orient-Express vasculhou o país e encontrou grandes artesãos para participar da obra, como um grupo de tecelãs da indústria têxtil da cidade de Chinchero, no Vale Sagrado, e um especialista em escultura em madeira. Serão só 55 amplas suítes, muitas delas com lareira e vista para a encosta inca de Sacsayhuamán ou a Catedral de Cuzco, e equipadas com ipads carregados com guias da cidade, sistema de som Bose e máquina de café expresso. Telefone celular com cobertura em Cuzco à disposição do hóspede. Os banheiros, em mármore travertino, terão piso aquecido. Entre as facilidades, haverá spa à base de produtos indígenas (como sal rosa, milho roxo, flores, ervas, mel, abacate, café e folhas de cacau), piscina aquecida ao ar livre e o melhor da culinária andina contemporânea e orgânica. Aguarde!