Onde comer em Paris?

bofinger paris

WHIZ faz uma seleção de restaurantes na capital francesa. É importante reservar! 
Brasserie Bofinger (foto acima): no Marais, pequeno e elegante, com uma cúpula colorida em uma das salas. Cardápio da cozinha clássica francesa inclui ostras e frutos do mar e chateaubriand com molho béarnaise. Há menu infantil (5-7 Rue de la Bastille, 75004, tel. +33 1 4272-8782).
Au Moulin A Ventum dos melhores bistrôs de Paris, no 5o arrondissement. Comida tradicional e ambiente descontraído. Carré de cordeiro, magret de pato e filé poivre são alguns pratos imperdíveis. Todos acompanham vagem ou champignons provençal. (20 Rue des Fossés-Saint Bernard, 75005, tel. +33 1 4354-9937. Fecha sábado para almoço, domingo e segunda o dia todo).
Brasserie Lipp
: uma instituição parisiense, criada há mais de 120 anos, em Saint-Germain. Pratos da cozinha tradicional. Mil folhas delicioso (151 Boulevard Saint Germain, 75006, tel. +33 1 4548-5391).
Georges: no último andar do Centre Pompidou, pertence ao grupo Costes, tem vista linda de Paris, música e gente bacana! Cardápio enxuto com delícias como king crab com alface e molho de limão e filé béarnaise (Centre Georges Pompidou, 75004, tel. +33 1 4478-4799).
L’Avenue: também Costes, superbadalado na Avenue Montaigne, sempre um must. Entre os pratos da cozinha francesa moderna, camarões grandes grelhados (41 Avenue Montaigne, 75008, tel. +33 1 4070-1491).
Le Voltaire: pequeno e elegante, com uma clientela bacana e cozinha clássica francesa maravilhosa. Do lado do Museu D’Orsay. Um dos preferidos de WHIZ. Prove o steak tartare! (27, Quai Voltaire Paris, 75007, tel. +33 1 4261-1749).
L’Atelier de Joel Robouchon: com dois endereços na cidade (Saint-Germain e Étoile), o restô do famoso chef serve pequenas porções de uma cozinha francesa criativa, além de brochettes. É possível sentar no balcão e observar a preparação dos pratos (133 Avenue des Champs-Elysées, 75008, tel. + 33 1 4723-7575; e 5 Rue de Montalembert, 75007, tel. +33 1 4222-5656).
Chez Andre: perto da Place de l’Étoile e da Champs-Elysées, bistrô aberto na década de 30. Salada de lentilha e perna de carneiro assada com purê de batatas são só alguns dos pratos (12 Rue Marbeuf, 75008, tel. +33 1 4720-5957).
La Cigalle Recamier: superfamoso por seus suflês, um charme em Saint-Germain (4 Rue Récamier, 75007, tel. +33 1 4548-8658).
Le Stresa: sem dúvida o melhor italiano da cidade, criado em 1951 (7 Rue Chambiges, 75008, tel. +33 1 4723-5162. Fecha sábado e domingo).
Café Marly: se for ao Louvre, dica para almoçar. Também grupo Costes, o menu é variado, entre sanduíches (o club é delicioso) e pratos como penne com molho de tomate levemente picante. Vista para a pirâmide (93 Rue de Rivoli, 75001, tel. +33 1 4926-0660).
Chez L’Ami Louis (foto abaixo): quem já foi a este bistrô garante que nunca comeu um frango assado melhor na vida. Batatas fritas fininhas acompanham o prato. De entrada, foie gras e escargot (32 Rue du Vertbois 75003, tel . +33 1 4887-7748. Fecha segunda e terça).
pariswhiz amilouislow

Anúncios