Ushuaia com estilo

Arakur geral

O verão é a época certa para visitar a Patagônia. Na Argentina, Ushuaia, a cidade mais austral do planeta, na chamada Terra do Fogo, ganhou o hotel Arakur, a base confortável para conhecer a região. Dentro da Reserva Natural Cerro Alarkén, com vista panorâmica da cidade e do lendário Canal de Beagle, o hotel tem estética contemporânea e sustentável, com muita madeira natural e pedras nas paredes. São 131 quartos e suítes, com vista estonteante e a tecnologia de um dispositivo touch para programar funções como o despertador e abrir as cortinas. No restaurante, não perca as especialidades locais, como a centolla (caranguejo gigante da Patagônia), o cordeiro assado e a merluza negra.
Arakur piscinaArakur detalle paredesVFMLID=59167674Para completar, uma experiência no spa, com piscina indoor e out e jacuzzis a céu aberto. No dia-a-dia (ideal passar quatro dias), imperdíveis o voo de helicóptero sobre os glaciares da região e o passeio para ver pinguins na Ilha Martillo. O hotel tem serviço de shuttle para o centro de Ushuaia, que abriga lojinhas e restaurantes típicos. E há circuitos de trilhas na reserva, navegação pelo Canal de Beagle, tour no trem do fim do mundo e de carro 4 x 4 pelos lagos. No inverno, outro visual, esqui e aventuras com trenós puxados por cachorros Husky em Cerro Castor. Só pelas fotos, dá vontade de embarcar já! O hotel faz parte da rede The Leading Hotels of the World.

Low_54372135_USHUAIA_pinguinera

Anúncios

Os melhores restaurantes da América Latina

Todos os chefs premiados pelo Latin America's 50 Best Restaurants - Foto Latin America's 50 Best Restaurants

Lima, no Peru, foi palco da premiação do Latin America’s 50 Best Restaurants 2014, que elegeu os melhores restaurantes da América Latina. A cerimônia foi realizada no Country Club Lima Hotel, na noite do último 3 de setembro. Essa foi a segunda edição da premiação, organizada pela revista britânica Restaurant. Nove restaurantes brasileiros aparecem no ranking: D.O.M, Maní, Mocotó, Roberta Sudbrack, Remanso do Bosque, Olympe, EpiceAttimo e Fasano. Só o México teve mais restaurantes na lista (10) do que o Brasil. Para escolher os melhores, todos os 225 jurados listam sete restaurantes, por ordem de preferência, em que tenham comido nos últimos 18 meses, sendo que pelo menos três devem ser de fora de seu país de origem. Na foto acima, os 50 chefs premiados. Abaixo, os 10 primeiros restaurantes colocados!

1º – Central (Lima, Peru): comandado pelo jovem e talentoso chef  Virgilio Martinez, o Central fica em uma rua escondida do charmoso bairro de Miraflores. O salão, repleto de luz natural, tem vista para a cozinha aberta, de onde saem pratos autênticos peruanos. Com ingredientes amazônicos e indígenas, vegetais orgânicos e técnicas elaboradas, o menu impressiona até os paladares mais refinados. O menu degustação – com oito pratos preparados à perfeição – é a melhor pedida da casa. Na foto abaixo, o chef Virgilio Martinez e Pía León.
O chef Virgilio Martinez e Pía León, do Central, eleito o melhor da América Latina -Foto Latin America’s 50 Best Restaurants

2º – Astrid y Gastón (Lima, Peru): a dupla de jovens chefs Astrid e Gastón mescla os sabores locais aos asiáticos em uma saborosa e criativa culinária de fusão. O restaurante já é famoso em muitos lugares onde mantém filiais, como Chile, Colômbia, Argentina, México e Espanha. A casa ficou no bairro de Miraflores durante 20 anos, até que este ano reabriu no antigo complexo Casa Moreyra, que passou por reforma. Recentemente, Gastón anunciou que deixará a direção da casa, que agora será responsabilidade de sua esposa, Astrid, e do chef Diego Muñoz, que trabalha lá há dois anos.
3º – D.O.M. (São Paulo, Brasil): em 2013, o restaurante de Alex Atala já apareceu na lista, na 2ª posição. Desta vez está em terceiro lugar e o chef também recebeu o prêmio pelo “Conjunto de sua Obra”. Priprioca, cupuaçu, açaí tucupi… Foram esses ingredientes amazônicos que deram notoriedade a Alex Atala. Curioso pelas iguarias existentes em solo nacional, ele cria pratos mesclando produtos típicos e receitas tradicionais. Na foto abaixo, Alex Atala recebe prêmio.
O chef brasileiro Alex Atala recebe o prêmio pelo Conjunto de sua Obra - Foto Latin America’s 50 Best Restaurants
4º – Maní (São Paulo, Brasil): em um ambiente informal e feminino, Helena Rizzo e Daniel Redondo conseguiram algo até então inédito no Brasil – expressar, com uma técnica perfeita, a complexidade da natureza brasileira em toda a sua diversidade, dando vida a pratos multiculturais.
5º – Boragó (Santiago Chile): em um casamento perfeito entre a gastronomia endêmica, baseada em elementos da terra e ingredientes orgânicos, e a cozinha molecular, que usa, entre outros elementos, o nitrogênio para modificar a textura dos alimentos, o Boragó oferece uma experiência gastronômica única. Apesar de servir a la carte, a melhor opção é o menu-degustação de 8 pratos harmonizados com vinhos ou sucos. Já no momento da reserva, a hostess busca saber os gostos do cliente, e uma segunda visita deve ser notificada, assim os chefs elaboram pratos diferentes.
6º – Pujol (Cidade do México, México): com um ambiente elegante e discreto, o restaurante também está entre os 50 Melhores Restaurantes do Mundo pela revista Restaurant. A culinária é comandada pelo consagrado chef Enrique Olvera e serve cardápio nacional e internacional, que muda sazonalmente. A carta de vinhos é excelente.
7º – Maido (Lima, Peru): o restaurante faz uma combinação perfeita da culinária japonesa tradicional e a “nikkei”. Proprietário e chef, Mitsuharu Tsumura serve desde sushis e sashimis frescos até pratos que incorporam ingredientes peruanos tratados com a polida técnica japonesa.
8º – Biko (Cidade do México, México): também listado entre os 50 Melhores Restaurantes do Mundo pela Restaurant, o Biko oferece pratos internacionais e especialidades locais, todos apresentados de forma muito criativa.
9º – Tegui (Buenos Aires, Argentina): em um dos restaurantes mais cults de Buenos Aires, os visitantes são surpreendidos assim que chegam, ao passar por uma pequena porta preta rodeada de muros grafitados. A cozinha é um grande laboratório onde o chef Germán Martiteguis prepara pratos irretocáveis. Prove a terrine de coelho com pera, molho tártaro e pistache. Para uma experiência portenha, vá de sirloin argentino com chimichurri, batatas cozidas em carvão, ovos e farofa.
10º – Quintonil (Cidade do México, México): desde 2012, ano de sua abertura, o restaurante começou a despontar na capital mexicana. O chef e co-proprietário Jorge Vallejo já trabalhou no Pujol, onde obteve grande parte de sua experiência. Para se sobressair, utiliza ingredientes nativos e alimentos locais fornecidos por produtores artesanais, em um revival de receitas tradicionais mexicanas.

Por Equipe Teresa Perez 

Comer e beber em Mendoza

14 - Vinicolas - Bodega Catena Zapata (3)

Aos pés da Cordilheira dos Andes, Mendoza é capital dos vinhos argentinos, responsável por 70% da produção nacional. A altitude moderada, a irrigação obtida pela água do degelo andino e os dias ensolarados e noites frias contribuem para criar o ambiente ideal para o cultivo de uvas. Fundada em 1561, a charmosa cidade encanta por sua arquitetura de traços aristocráticos europeus e o ritmo de vida cada vez mais cosmopolita, preservando, porém, os ares de lugarejo do interior. Na paisagem, um mix de montanhas, rios, vales, desertos e, é claro, vinhedos sem-fim. E Mendoza é ponto de partida para inúmeras atividades ao ar livre, como golfe, rafting, trekking, biking, esqui, escalada e cavalgadas. Para completar, o Parque Provincial do Aconcagua, que abriga o pico mais alto das Américas, fica a 180 km. Na foto acima, a Bodega Catena Zapata.

Onde comer?
1884 Francis Mallmann (foto abaixo): neste célebre restaurante local, o aclamado chef argentino prepara pratos tradicionais com toques criativos.
10 - Restaurantes - 1884 Francis Mallmann (2)
O ambiente é elegante e fica na Bodega Escorihuela Gascón, construída em 1884 – daí o nome do restaurante. Belgrano, 1188, Godoy Cruz, tel. +54 261 424-2698.
Grill Q: o mais novo restaurante do Hotel Park Hyatt serve o tradicional churrasco argentino e outras especialidades argentinas. Calle Chile, 1124, tel.+54 261 441-1225.

Onde beber?
Familia Zuccardi (foto abaixo): a combinação da tradição com técnicas modernas é o destaque da vinícola da família Zuccardi. Nas degustações, almoços ou jantares gastronômicos, a estrela é o vinho preparado em solo mendocino desde 1963. O charmoso restaurante é panorâmico e oferece uma bela vista para o vale. Ruta Provincial 33, km7,5, Maipú, tel. 54 261 441-0000 (35 km ao leste de Mendoza). Visitas com reserva.
15 - Vinicolas - Familia Zuccardi (2)
Bodega Catena Zapata: a adega que pertence à família Catena já passou por quatro gerações. Pioneiros no estudo dos microclimas de Mendoza, os Catena trabalham há quase três décadas para elevar seus vinhos ao mais alto nível de qualidade. Estrada Cobos s/n, Agrelo. Luján de Cuyo (30 km ao sul de Mendoza), tel. +54 261 413-1100. Visitas com reserva antecipada.
Mendel: a vinícola boutique encanta os visitantes com sua excelente produção de vinhos artesanais. 17 - Vinicolas - Mendel (2)Nos vinhedos de mais de 80 anos, se destacam as variações de malbec e cabernet sauvignon. Terrada 1863, Mayor Drummond, Luján de Cuyo (9 km ao sul de Mendoza), tel. + 54 261 524-1621. Visitas com reserva.

SE VOCÊ FOR
Onde dormir?
Park Hyatt Mendoza (foto abaixo): sua localização é perfeita, no coração de Mendoza. Os quartos são amplos e contemporâneos e os três restaurantes e dois bares apresentam os vinhos e a culinária da região, incluindo a tradicional parrillada. 
5 - Hoteis - Park Hyatt Mendoza (1)
 Periodicamente, o hotel organiza o evento Masters of Food & Wine, no qual hóspedes cozinham junto com chefs e sommeliers. O Kaua Club & Spa oferece os melhores tratamentos antioxidantes, alguns deles à base de vinho e óleo de oliva.

Entre Cielos Hotel (foto abaixo): também aos pés dos Andes, este hotel hospeda em apenas 16 quartos, todos com design e arquitetura elegantes, além de um loft-mezanino em meio aos vinhedos. Lá se produz um dos melhores vinhos malbec do mundo! O Hamam Spa permite experimentar o banho turco e tratamentos à base de vinho.
4 - Hoteis - Entre Cielos (3)
The Vines Resort & Spa: envolto pela cordilheira, um belo lago e um campo lindo, The Vines é um refúgio confortável e sofisticado, com 22 vilas espaçosas. Além de descansar, há a chance entrar em contato com a cultura argentina. Seja no restaurante Siete Fuegos, de culinária regional, ou nas atividades organizadas lá, como a degustação de vinhos malbec. No spa, fragrâncias exclusivas formuladas para combinar com os elementos fogo, água, ar, terra e luz. Leia mais neste link.
Cavas Wine Lodge (foto abaixo): parte da coleção Relais & Chateaux, o Cavas fica entre os vinhedos da região de Luján de Cuyo, próxima de Mendoza.
2 - Hoteis - Cavas Wine Lodge (2)
Com apenas 14 quartos, oferece uma atmosfera romântica, exclusiva e de extremo conforto. Vinhos e a elaborada gastronomia fazem parte da experiência, além de atividades como trekking, rafting e cavalgadas.

Por Equipe Teresa Perez 

Novo resort nos vinhedos de Mendoza

The Vines of Mendozalow2

Dormir em alto estilo entre vinhedos aos pés da Cordilheira dos Andes, colher uvas e preparar seu próprio blend, relaxar numa jacuzzi deliciosa a céu aberto, aprender a preparar um asado, fazer mountain biking… É assim o gostinho da experiência no mais novo resort da região de Mendoza, Argentina. The Vines Resort & Spa, no Vale do Uco, a uma hora e meia do centro da cidade, tem arquitetura contemporânea em harmonia com a paisagem ao redor, com muita madeira, pedra e tons naturais. Ao todo, 22 espaçosas villas, que são como casas, de um ou dois quartos – todas com deque panorâmico com jacuzzi, ducha ou pequena piscina. Em comum ao hóspede, há a área da piscina, a sala de degustações, fitness center e o restaurante Siete Fuegos, do chef argentino Francis Mallmann.
The Vines asado
O spa, ainda a ser aberto, será baseado em aromas e nos elementos do fogo, vento e terra. Já na chegada, o hóspede conta com os serviços de um anfitrião exclusivo que se encarrega de planejar as atividades sob medida – recomenda-se estada de três noites. Crianças só a partir de 12 anos e The Vines Resort & Spa já integra a rede The Leading Hotels of the World.
O resort faz parte da propriedade The Vines, criada há quase uma década pelo norte-americano Michael Evans e o argentino Pablo Gimenez Riilli. Lá, funciona um modelo de negócio onde investidores do mundo todo adquirem uma área de terra para o cultivo de uva para a produção de vinho. A idéia: ter seu próprio vinhedo. Na fazenda de 670 hectares (390 plantados), somam-se 140 investidores de 13 países. O proprietário escolhe o tipo (ou tipos) de uva que quer plantar e tem toda a estrutura da equipe, que cultiva e colhe a uva e dá assistência em design de rótulo e consultoria em vinificação. Pode, ainda, produzir lá o vinho personalizado.
Quando ir: a melhor época é entre o fim de fevereiro e meados de abril, na vindima, mas também o lugar é delicioso em maio e na primavera – outubro e novembro.
The Vines of Mendoza low

O melhor de Mendoza

Bike vinhedos de Mendoza

Deliciosa viagem entre os vinhedos de Mendoza. A região no oeste da Argentina reúne 1.500 vinícolas, das quais 138 abertas a turistas, uma coleção de hotéis e restaurantes charmosos e paisagens inebriantes. Prefira a visita no período da colheita, de fevereiro a abril. WHIZ elege os programas top por lá e dá as dicas para um roteiro perfeito.

1) Percorrer os vinhedos de bicicleta, forma de saborear vagarosamente as paisagens.
2) Degustação de vinhos. A melhor é a da Bodega Salentein (foto abaixo).
foto 3 (1)
3) Almoço com harmonização. Os favoritos são os da Andeluna, Ruca Malen e Terrazza de Los Andes.
4) Ver a sala de aromas da Belasco de Baquedano, em Luján de Cuyo, com 46 fragrâncias do vinho. Manteiga, menta, cogumelos…
5) Visitar o Parque Aconcagua.  

Onde dormir?
Não deixe de se hospedar algumas noites em uma das exclusivas pousadas dentro das vinícolas. As que possuem quartos são Bodega Salentein, Cavas Wine Lodge Spa do Vinho (um Relais & Châteaux) Terrazza de los Andes (que é do grupo LVMH). Na cidade de Mendoza, o Park Hyatt é imbatível. A 20 minutos de lá, a caminho das vinícolas, o Spa Hotel Entre Cielos (foto abaixo), em Luján de Cuyo, faz parte da coleção Small Luxury Hotels of the World.
HUMDZEC_52296159_IMG_7950-YES
Onde comer?
O 1884 Restaurante Francis Mallmann, do chef-celebrity argentino, é um must-go na região e fica na Bodega Escorihuela. Mallmann também comanda um restaurante dentro do The Vines Resort & Spa. O Siete Fuegos, no Vale do Uco, a 45 km da Andeluna e da Salentein, é inspirado nas técnicas de cozinha com fogo, emblema do mestre-cuca. O Siete Cocinas é uma boa pedida no centro de Mendoza. Engloba as cozinhas das sete regiões gastronômicas da Argentina: Noa, litoral, Cuyo, pampa, metropolitana, Patagônia Andina e mar argentino. Ainda na cidade, experimente a cozinha criativa e eclética do Azafrán.

SE VOCÊ FOR
Informação útil: é permitido trazer na mala 12 garrafas por pessoa, respeitando o limite de bagagem de uma peça de 23 kg.
Quem leva: a Aurora Eco elabora roteiros que combinam tours de bike e visitas a vinícolas e restaurantes.

Colaborou Adele Abdalla

Alvear em versão business

Este slideshow necessita de JavaScript.

Quem conhece ou ouviu falar do Alvear Palace Hotel, um clássico da hotelaria sofisticada em Buenos Aires, vai gostar da novidade. O hotel firma-se como uma grife da excelência de bem receber na capital argentina com uma nova propriedade: Alvear Art Hotel. Recém-inaugurado no centro financeiro, comercial e cultural, seu conceito é a inovação e sua filosofia, a de atender sobretudo o viajante business. Em um moderno edifício próximo da Plaza San Martín e da Av. Santa Fé, o hotel recebe em suítes com conforto e tecnologia. Banheiros de mármore e espaço para quem quiser trabalhar. Entre as facilidades, business center, salas para reuniões e convenções, além de um spa com vista panorâmica. Diárias especiais de abertura custam US$ 225, reservas no Brasil pela The Leading Hotels of the World, tel 0800/0141819.

Um terceiro hotel da marca está em desenvolvimento na região de Puerto Madero, o Alvear Hotel & Residences Puerto Madero. Aguarde!

5 restaurantes em Buenos Aires

Fervor Buenos Aires

Malas prontas para a capital argentina? Reunimos as melhores dicas de onde comer em Buenos Aires – da típica parrilla à cozinha italiana.

La Cabrera: 5099 Cabrera Street, tel. + 54 (11) 4831-7002; e 5127 Cabrera Street, tel. + 54 (11) 4832-5754. Impossível ir a Buenos Aires e não incluir La Cabrera no roteiro. Superconcorrido e charmoso, especializado em carnes, tem dois restaurantes vizinhos, em Palermo. “Ojo de Bife” é imperdível, assim como o “Volcán de Chocolate”, na sobremesa. Reserva indispensável.
Sotto Voce: Av. Del Libertador 1098, tel.  +54 (11) 48076691. À frente desta cozinha italiana está o jovem proprietário Alejo Waisman, que passou pelo Ritz de Paris, entre outros restaurantes top. Seu irmão, Tomás, é o sommelier e faz as compras. Clássicos do menu incluem “Polenta a la Bolognese” e  “Papardelle con hongos” (cogumelos).
Fervor (foto acima): Calle Posadas 1519, Recoleta, tel. +54 (11) 4804-4944. Outra casa dos irmãos Waisman, tem ótima cozinha de “brasas de campo y de mar” na região da Recoleta. Ou seja, carnes e peixes na brasa.
La Brigada: Estados Unidos 465, San Telmo, tel. +54 (11) 4361-5557. Em San Telmo, restô popular e tradicional para saborear uma variedade de cortes bovinos, como Baby Beef e T-Bone.
Leopoldo: Cerviño 3732, tel. +54 (11) 4805-5576. Novidade trendy em Palermo, tem cozinha de autor e um menu variado e criativo. Ceviche, spring roll de pato, salmão com flor de abobrinha recheada… e por aí vai.

Os melhores hotéis da América do Sul

Bangalô Pousada São Francisco Corumbau
Todo ano, o respeitado guia Condé Nast Johansens elege os melhores hotéis do mundo. Na lista dos premiados por excelência em 2013, estão 5 brasileiros. Divulgamos aqui os vencedores da América do Sul. Para visitar em 2013!

Melhor Hotel de Praia
Fazenda São Francisco do Corumbau (foto acima): um mix de simplicidade rústica e design moderno cativa nesta pousada na Ponta do Corumbau (BA).  Bangalôs e quartos espaçosos dão para o mar e o restaurante combina sabores da Bahia e cozinha internacional. Entre as atividades, pedaladas na praia e passeios de caiaque.
Melhor Hotel-Spa
Kurotel: não é de hoje que o spa médico em Gramado (RS) faz fama internacional. Todo conforto e elegância na construção de estilo colonial europeu. É extenso o menu de tratamentos – de antistress e emagrecimento a programas desenvolvidos para mamães e seus recém-nascidos.
Melhor Lodge
La Hacienda Estalagem e Restaurante: mais um eleito em Gramado (RS). Só seis chalés em meio a uma área de 70 hectares com córregos e cascatas. Decoração rústica e confortos como lareira e hidromassagem.
Melhor Serviço
Llao Llao Resort Golf & Spa: o resort tradicionalíssimo em Bariloche (Patagônia Argentina), construído em 1938.  Elegância, ótima estrutura para famílias, campo de golfe de 18 buracos e a bela paisagem que convida a aventuras – de trekkings a pescaria e mountain bike.
Suite Inkaterra Machu Picchu
Melhor EcoResort
Inkaterra Machu Picchu Pueblo Hotel (foto acima): a 15 minutos da cidadela sagrada, jardins tropicais, fusion food, spa com terapias à base de essências naturais e um cardápio de excursões.  Algumas das charmosas cabanas têm terraço e piscina particular.
Melhor Hotel
Hotel Unique (foto abaixo): o hotel em São Paulo se destaca pelo design de interiores de João Armentano, a arquitetura por Ruy Ohtake e o paisagismo de Gilberto Elkis. Nos quartos, banheira de hidromassagem, amenities de banho Bulgari e Havaianas.
Hotel unique São Paulo
Melhor Refúgio Romântico
Pousada Patacho: em São Miguel dos Milagres (AL), cinco quartos com vista para o mar, chuveiros com aquecimento solar, café da manhã sem hora para terminar e atividades como passeios de jangada. Um lugar quase secreto em Alagoas.   
Melhor Hotel Boutique
Legado Mitico: uma ótima dica em Buenos Aires, fica em Palermo Viejo e cada um dos quartos faz referência a uma personalidade da história da Argentina – como Eva Peron e Che Guevara.

Capital do vinho

Março é mês de vindima em Mendoza, na Argentina. Até o dia 5, a província celebra a colheita da uva com muitos eventos. Já no período de 22 a 25, é a vez  do Master of Food & Wine, consagrado festival em torno da gastronomia e do vinho que ocorre quatro vezes por ano por lá, resultado de uma parceria entre chefs e sommeliers conceituados e o Hotel Park Hyatt. Na programação, há aulas de culinária, degustações e visitas a vinícolas. Quem leva? ADVtour e Interpoint, entre outras agências e operadoras.
Dica de hotel nos vinhedos é o Cavas Wine Lodge (foto abaixo), Relais & Chateaux que abriga um spa com tratamentos de vinoterapia e recomenda os passeios e as vinícolas a serem visitadas. E um restaurante imperdível: 1884, do estelado chef Francis Mallmann.

Novidade para ficar de olho por lá: Valle de Uco Golf, Wine & Country resort, com inauguração em etapas nos próximos dois anos. O empreendimento terá campo de golfe de 18 buracos, um observatório para vislumbrar as estrelas, casas, centro eqüestre e dois hotéis: um cinco-estrelas e um boutique.

Verão no Llao Llao

Este slideshow necessita de JavaScript.

Afetada pelas cinzas do vulcão chileno Puyehue desde as primeiras erupções, em junho de 2011, Bariloche voltou em janeiro a receber voos da Aerolineas Argentinas e da Lan a partir de Buenos Aires. Mesmo assim, sujeitos a cancelamento dependendo das condições de visibilidade. Quem esteve lá no réveillon chegou via rotas alternativas: avião até Neuquén (430 km de carro) ou Esquel (300 km). E lá teve sorte de curtir dias de sol e nada de cinzas.
Se vale o risco?
O destino argentino é um lindo no verão. Na programação, jogar golfe, pescar, cavalgar, aventurar-se por trilhas às margens de lagos estonteantes ou, simplesmente, relaxar à beira da piscina na maior mordomia com a Cordilheira dos Andes como pano de fundo. Situado em uma pequena colina dentro do Parque Nacional Nahuel Huapi, o Llao Llao Hotel & Resort (tel.+54 294/444-8530) é o hotel perfeito para famílias. Em meio a 15 hectares de verde, reúne campo de golfe de 18 buracos, marina, praia, piscina de borda infinita e kids club caprichado. Sem falar na elegância em tudo, no serviço impecável e nas elogiadas gastronomias patagônica e internacional.
Novidades no resort, a prática de golfe à noite (quatro buracos foram iluminados) e o primeiro spa para crianças e adolescentes da Argentina, onde pequenos hóspedes de 6 a 17 anos têm a chance de fazer uma massagem, uma hidratação facial, cabelo, unhas e participar de aulas de ioga. Um luxo!