Os hotéis mais exclusivos do Nordeste

Foto 12 - Pousada-do-toque
Em parceria com o Diário de Viagem, elegemos seis top hotéis de praia para você passar o verão no Nordeste, com muito conforto, sossego e natureza. Mergulhe! Na foto acima, Pousada do Toque, em São Miguel dos Milagres, Alagoas.

Vila Naiá
: um hotel superexclusivo no sul da Bahia, de frente para a Praia de Corumbau, o Vila Naiá tem só oito acomodações idealizadas como casas de pescadores e decoradas com muito bom gosto. A gastronomia privilegia ingredientes da horta orgânica e os passeios são diversos – buggy para Caraíva, bicicleta e barco para Cumuruxatiba, entre outros.
Foto 1 - Vila Naia bangalô
Fazenda São Francisco do Corumbau: outra estrela de Corumbau, uma bela fazenda em meio aos coqueirais, com mais de um 1,5 quilômetros de praia e muito conforto. Eleito o Melhor hotel de Praia da America do Sul pelo guia Condé Nast Johansens 2013, abriga só dez quartos, com roupas de cama Trussardi, produtos de banho da Natura e varanda de frente para o mar.
Foto 4 - Fazenda S F do Corumbau4
Kenoa Exclusive Beach Spa & Resort: na Barra de São Miguel, a 30 quilômetros ao sul de Maceió, em Alagoas, este hotel tem estilo contemporâneo e conceito sustentável. Perfeito para relaxar a dois. Escolha um dos bangalôs com piscina, de frente para o mar. O spa tem terapias da marca Shiseido e o restaurante Kaamo, sob o comando do chef Cesar Santos, surpreende pela criatividade.
Foto 5 - Hotel Kenoa
Kiaroa Eco-Luxury Resort: Kiaroa é o nome de uma pérola negra da Polinésia Francesa. Na Península de Maraú, uma região quase inexplorada cercada por Mata Atlântica, na Bahia, com piscinas naturais formadas por águas transparentes, o resort tem 22 suítes e bangalôs dos sonhos. O menu é baseado em frutos do mar e saladas e há uma boa carta de vinhos. No Spa Armonia, de 1.000 metros quadrados, experimente pelo menos uma das terapias e rituais.
Foto 8 - Kiaroa acomodacao
Nannai Resort & Spa: cercado por piscinas, em uma área de 6 mil metros quadrados, com raias para natação e espaços exclusivos de hidromassagem, tênis, golfe, fitness center e um Spa L’Occitane, o Nannai fica em Porto de Galinhas, Pernambuco. Os quartos são super românticos e o restaurante tem vista para o mar.
Foto 10 - nannai-spa4
Pousada do Toque: São Miguel dos Milagres, no litoral norte de Alagoas, é sem duvida uma das praias mais lindas e desertas do Brasil, point preferido dos jovens bacanas e antenados. Lá, a Pousada do Toque, também premiada em 2013 pelo Condé Nast Johansens (premio por Excelência), reúne 17 chalés muito bem equipados. Para completar, ótima gastronomia.
Foto 11 - Pouada do Toque bg-piscina-pousada-do-toque

Anúncios

Next stop? Riviera Maya

3 - IMG_0906

Um paraíso que combina praias de areias brancas, o Mar do Caribe que parece uma piscina, em vários tons de turquesa, grutas, lagoas e vestígios da civilização maia. Para completar, muitos ceviches e a simpatia do mexicano, sempre com um sorriso no rosto. Adorei descobrir um pouco da Riviera Maya, um pedaço de costa que fica a cerca de meia hora de Cancún e abrange 120 km no Estado de Quintana Roo, no México. Tanto atrativo natural resultou, claro, em bastante atividade turística: são mais de 400 hotéis e resorts ao longo desse litoral e alguns refúgios bem especiais.
Quando ir? No Réveillon, é hotspot. Ou então, fevereiro a maio, época mais seca.

Onde dormir
1 - IMG_0587
Banyan Tree Mayakoba
: um oásis tropical com ares orientais. Parte do prestigiado grupo asiático Banyan Tree Hotels & Resorts, famoso por seus spas, o resort reúne villas imersas no mangue, com piscina individual e charmosas bicicletas com cestinha à disposição. Na chegada, as boas-vindas são com um copinho de suco verde refrescante elaborado com chaya (verdura local) e uma pulseira feita com flor natural e sementes. O transporte pela propriedade é em carrinho elétrico ou a sua bike. Vale ir à praia, de areia branquinha e mar sereno, e fazer o passeio de barco pelos canais e mangues do hotel (foto abaixo). Vi tartarugas e muitas espécies de aves.
5 - IMG_0741O Banyan abriga o campo de golfe El Camaleon, projetado por Greg Norman, e está no complexo Mayakoba, repleto de ruazinhas envoltas pelo verde nativo que levam a mais dois hotéis exclusivos – Fairmont e Rosewood. Entre os restaurantes, experimente o Saffron, de cozinha thai contemporânea. No hotel, à noite no quarto (foto abaixo), uma flor sobre a cama e luz de velas. No check-out, um regalo para lembrá-lo de retornar – uma pequena tartaruga de madeira dentro de uma cestinha – artesanato local.
2 - IMG_0591

Hotel Esencia: talk of the town, entre a agitada Playa del Carmen e Tulum, o hotel é pequeno e exclusivo e se destaca entre os resorts gigantes no cenário. Despojado e roots, foi instalado na casa original de uma duquesa italiana, convertida em hotel em 2005 e recentemente adquirido pelo empresário americano Kevin Wendle, ávido colecionador de arte que reformulou toda a propriedade.
2 - IMG_1105A chegada é em uma tradicional casa maya e lá um carrinho elétrico leva até a maison. São 29 quartos e suítes – muitas com piscina particular – , decoradas com peças e móveis dos anos 50, arte de grandes nomes como Fernando Botero e Picasso e artesanato mexicano (na foto abaixo, uma das suítes na casa principal). A playlist que toca pelos espaços comuns é do supercool DJ Michel Gaubert, baseado em Paris.
4 - IMG_1093No restaurante, deliciosos os ceviches preparados pelo chef Juan Carlos Gutierrez Chavira, ex-blogueiro de comida, mestre-cuca particular e ex-designer gráfico para a Chanel. No staff, Wendle convocou profissionais como ele, com background em moda. Na praia, com sorte, se pode ver a desova de tartarugas. Todas as manhãs, há aulas de ioga. Para famílias, o Esencia tem, ainda, duas casas lindas com serviço do hotel. Imperdível um tratamento no spa, montado em outra casa típica, com telhado de sapê e produtos puríssimos da região. A terapia começa com uma limpeza com incenso de alecrim, arruda e manjericão.

Passeios 
Se escolher um dos dois hotéis, será quase impossível sair de lá.
Com crianças, programa popular é ir a um dos parques naturais. XCaret, um dos mais importantes e turísticos, para nadar com golfinhos e arraias, entre outras muitas atividades. Menor, Kuntun Chi tem cenotes (grutas) incríveis.
Para compras, Playa del Carmen é o lugar que concentra o maior comércio da Riviera Maya. Prepare-se para entrar no clima bem turistão na Quinta Avenida (foto abaixo), isso mesmo, homenagem à nova-iorquina. Restrita a pedestres, há um mix de lojas: de artesanato a surf wear e marcas como Forever 21, Nike, H&M, Mac, etc., além de diversos restaurantes.
5 - IMG_1155

Imperdível, porém, será visitar Tulum, um dos três sítios arqueológicos da região – e o mais famoso, Antiga cidade maia amuralhada (datada por volta do ano 1000 d.C), fica ao longo da costa, de tirar o fôlego.
1 - IMG_0818Um destino à parte na Riviera Maya, misto de Trancoso com Espelho (pela atmosfera e o tipo de visitante), Tulum tem uma zona hoteleira ao longo da praia, rústica e charmosa – para se desplugar mesmo! Sem sinal de celular… Entre as dicas para se hospedar lá, estão o hotel boutique Jashita, o Papaya Playa Project (da Design Hotels), com seu badalado beach club, e BeTulum, um dos mais exclusivos. Dos restaurantes, Posada Margherita e Hechizo são só alguns deles. Mergulhos em cenotes não podem faltar na programação e visita à Reserva da Biosfera de Sian Ka’an. Deu vontade de ficar…

Antonella Salem viajou a convite da ILTM Americas

A volta do Lanesborough

7227SU521_Lanesborough_Rm210_7_notablet_heroNovidade que está dando o que falar neste verão londrino. A exclusiva rede Oetker Collection – da qual fazem parte os elegantes Le Bristol Paris e Hotel du Cap-Eden-Roc, na Côte d’Azur – reinaugurou o hotel The Lanesborough. Em Knightsbridge, a poucos passos do Hyde Park Corner e do Palácio de Buckingham, o hotel ocupa uma mansão erguida em 1719 pelo visconde de Lanesborough. Em 1827 foi reconstruída para abrigar o St. Georges Hospital pelo arquiteto William Wilkins, também responsável pela National Gallery, e em 1990 surgiu como hotel.
Agora parte da Oetker Collection, a propriedade foi totalmente renovada e tem o design de interiores clássico inglês assinado pelo conceituado Alberto Pinto. São 93 quartos, dentre os quais 43 suítes – todos com serviço de mordomo. Nos banheiros, revestidos em mármore italiano, amenities de banho criadas com exclusividade pelo mestre perfumista britânico Roja Dove.
Entre as áreas comuns, há o pequeno Spa Studio com uma gama de tratamentos de marcas top em beleza, incluindo La Prairie; o Library Bar (foto abaixo) e sua coleção de conhaques, alguns com mais de 200 anos; o Garden Room, para apreciadores de charutos; e o restaurante Apsleys. O afternoon tea promete uma experiência gourmet tradicional, com direito a sommelier de chás. Atração à parte, sete salões históricos foram recuperados para acolher festas e eventos glamourosos.
7241SU521_Lanesborough_Library_5_hero

O paraíso de Marlon Brando

P1140729Onde ir em julho? Polinésia Francesa. É esta a melhor época para visitar as ilhas estonteantes no Pacífico, que especialmente agora têm clima perfeito. Famílias adoram este paraíso famoso entre honeymooners. O mais novo resort do destino fica no atol particular de Tetiaroa, formado por 12 ilhotas paradisíacas e uma lagoa de tirar o fôlego. Bem-vindo a The Brando. Seu nome, homenagem ao ator Marlon Brando, que se apaixonou pelo lugar e o polynesian way of life durante as filmagens de Mutiny on Bounty (O Grande Motim) e em 1967 comprou Tetiaroa. Fruto de uma parceria entre seus herdeiros e Richard Bailey, amigo de Brando e presidente da Pacific Beachcomber, a propriedade traduz o sonho de paraíso sustentável em linha com a visão do ator. Na foto abaixo, o spa.
BRANDO_Spa-Farenanu
A chegada é de aviãozinho próprio do resort a partir do Aeroporto Internacional de Faa’a, em Papeete, em 20 minutos de voo panorâmico. São 35 villas (de um a três quartos), todas inspiradas nas tradições polinésias, com materiais nativos, piscina e área de praia exclusivas.
13-08-TET-0112A cozinha é assinada por Guy Martin, do restaurante duas estrelas Michelin Le Grand Véfour, em Paris. Mais destaques? Há um jardim orgânico, um spa maravilhoso situado em um motu (ilhota), biblioteca, piscina de borda infinita e uma estação de pesquisas dedicada à preservação das espécies de Tetiaroa. Entre os passeios, de mergulho a observação de estrelas com um naturalista. E o resort tem um club só para as crianças.
P1140914

Aventura confortável

base das Torres del pAine

Lagos, geleiras, picos e montanhas compõem o cenário estonteante que tanto atrai viajantes ao Parque Nacional Torres del Paine, no extremo sul do Chile. Até abril (outono), o clima é perfeito para a visita. Na foto acima, base das Torres del Paine.
A viagem: voa-se para Santiago e faz-se conexão para Punta Arenas. Vale a pena dormir ao menos uma noite nesta cidadezinha literalmente no fim do mundo, na pontinha sul do Chile. Lá, a sugestão é hospedar-se no Hotel José Nogueira. Histórico, ocupa uma bela mansão erguida em 1890 e é bem localizado, no centro. Programa imperdível: fazer o passeio à Isla Magdalena, que abriga 60 mil famílias de pinguins. A empresa Comapa opera o tour diariamente (duas horas de barco de ida, duas de volta e uma hora na ilha). Além de caminhar pela ilha e chegar pertinho do pinguim-de-magalhães, aprende-se sobre a espécie e navega-se pelo lendário Estreito de Magalhães. Não se preocupe: é raro o barco balançar.
Isla Magdalena
De Punta Arenas, são quatro horas de carro até o Tierra Patagonia, com transfer próprio e lanchinhos saudáveis a bordo. Ideal é passar no hotel pelo menos três noites e na volta dormir em Santiago.
O hotel: camuflado na paisagem, diante do Lago Sarmiento, o maciço del Paine e as três torres que fazem a fama do parque, o Tierra Patagonia propõe formas deliciosas e confortáveis de viver intensamente a região. Já na chegada, um papo com a chefe dos guias para marcar os passeios dia a dia (divididos por grau de dificuldade e tempo de duração). Pequeno e totalmente sustentável, erguido em madeira, o Tierra tem só 40 quartos (todos com vista para o lago), serviço impecável e comida bem elaborada com produtos regionais, como o cordeiro patagônico e os peixes merluza e congrio. Ótimos vinhos chilenos para acompanhar. E o melhor: tudo está incluído na diária – desde os passeios até bebidas alcoólicas.
Tierra Patagonia fachada Tierra Patagonia spa

Os passeios: não perca um dos passeios que leva ao Glaciar Grey. Pode ser a navegação, para ver bem de pertinho a geleira. Ou a caminhada de nível médio até o Mirante Grey, com visão da geleira à distância, do alto. Também vale a pena o trekking de 19 quilômetros (ida e volta) à base das Torres del Paine. Caminhada bem puxada, com muita subida, mas totalmente compensadora. Para quem gosta de andar! Há outros muitos passeios de meio dia, um dia inteiro e cavalgadas.
Reserve, ainda, meio dia para aproveitar o hotel, ir ao spa e a piscina aquecida, fazer uma massagem e andar pelo terreno na frente do Tierra, ir até a praia e o lago, ver carneiros e guanacos (espécie selvagem da família das lhamas, comum na região). Lembrete: wifi no hotel é limitado às áreas sociais e não há televisão em lugar algum. Estar ali é mesmo para desconectar e curtir cada minuto “ao natural”.

IMG_6366

Punta by the beach

La SusanaNeste verão no badalado balneário uruguaio, WHIZ visitou os novos hot spots à beira-mar: La Susana (foto acima), o beach club do grupo VIK Retreats na Playa Mansa, em Jose Ignacio, tem carta de drinques top (clericot delicioso!), ótima comida (experimente o ceviche do dia para começar; e o salmão na brasa como prato principal) e o DJ residente argentino Cesar Cesta no comando a partir das 18h. Bahia VIK (foto abaixo), vizinho, é o mais novo hotel VIK, exclusivíssimo, com 10 suítes e 11 bangalôs (2 a 4 quartos), além de arte por todo lado.
BahiaVik
Já na Playa Mansa de Punta del Este, o parador OVO Beach, parte do Conrad, é o lugar para ver o pôr-do-sol com o porto e a Isla Gorriti como pano de fundo, ao som de DJs internacionais.

Glamour em Courchevel

1 - Courchevel1Prepare os esquis. Parte da maior área esquiável do mundo (conhecida como Trois Vallées), na região alpina de Savoie (França), a célebre Courchevel é palco da mais badalada temporada de esqui da Europa. Charme, sofisticação, alta gastronomia, excelente neve e estrutura ski-in/ski-out fazem da estação um destino de inverno adorado por celebridades. Escolha hospedar-se no efervescente vilarejo a 1850 metros de altitude, conhecido pelos habitués como Courch’1850, onde estão as melhores pistas, os hotéis mais sofisticados, estrelados restaurantes e clubs.

Onde comer?
La Fromagerie: charmoso e despretensioso, serve pratos tradicionais saborosos, com destaque para os queijos e carnes. La Porte de Courchevel, Courchevel 1850, tel +33 4 79082747.
6 - Restaurante_Azimut1
Azimut (foto acima): a combinação do tradicional e do moderno resulta em pratos surpreendentemente deliciosos, assinados pelo chef François Moureaux. O atendimento é extremamente amável. Immeuble l’Or Blanc. Courchevel 1300, tel. +33 4 79062590.

Circuito artsy
Esqui, snowboarding, passeios em snowmobile e snow quad bikes, escaladas e patinação no gelo, voos sobre os Alpes em pequenos aviões, helicópteros ou balões… Além dos esportes e passeios na neve, vale a pena percorrer as galerias de arte.
Galerie Daniel Besseiche: o colecionador Daniel Besseiche reúne, há 35 anos, obras modernas e contemporâneas que inspiram fortes emoções. Os quadros e esculturas, alguns de artistas famosos e outros de talentos promissores, estão expostos em suas seis galerias, espalhadas pela França e Suíça. Espace Diamant. Courchevel 1850.
Galeries de l’Alpage: as duas galerias exibem trabalhos de artistas internacionais, como Auguste Rodin, Folon, Giorgio de Chirico, Bruno Catalano, Julien Marinetti e outros. Espace Diamant. Courchevel 1850.
Galerie Grulier: à mostra, trabalhos dos pintores Michel Jouenne, Gilles Arzul, Guy Cambier, e escultores Mauro Corda, René Julien, Michel Dejos, entre diversos outros. Le Patio de la Croisette. Courchevel 1850. 

Onde dormir?
3 - Hotel_La Sivoliere1
La Sivolière: no coração da floresta, com acesso direto aos ski-lifts e a poucos minutos do centro de Courchevel, o charmoso hotel se destaca pela excelência em serviços e os elegantes apartamentos no estilo chalé de montanha, cozy e com muita madeira. Para completar, fitness center com piscina, jacuzzi, área de bem-estar e um completo Kid’s Club. O restaurante gastronômico, 1850, sob o comando de Bilal Amrani (três garfos vermelhos no guia Michelin), apresenta o melhor da culinária francesa com inspiração nos sabores tradicionais de Savoie. Nesta temporada, experimente o novo menu e não deixe de reservar lugar na mesa do chef, novidade super aguardada!
4 - Hotel_La Sivoliere2
Por Equipe Teresa Perez 

Provence à mineira

Provence4

Dica de pousada super romântica em Monte Verde (SP): Provence Cottage & Bistrô. Emoldurada pela Serra da Mantiqueira e imponentes araucárias, entre suas casinhas de arquitetura provençal francesa, uma profusão de plantas, flores, cores e perfumes salpica o jardim. Nos seis chalés, enxovais Trussardi, máquina Nespresso, TV de plasma, amenities L’Occitane e hidro – para citar alguns dos mimos e luxos. No Chalé Cassis, o mais alto da propriedade, há um ofurô estrategicamente posicionado na varanda.
Provence3A decoração, um capítulo à parte. Móveis e objetos pinçados de antiquários, mesclados a um leve toque moderno e combinados com capricho. Os proprietários, Ari Kespers (foto) e Whitman Colerato, cuidam pessoalmente de todos os detalhes da estada. Na horta orgânica, são cultivados os ingredientes que compõem os pratos da gastronomia exemplar.
Provence
O café da manhã é servido até o meio-dia e à francesa, e o “chá das cinco” é entregue nos chalés todas as tardes. Prepare-se para a comilança! No jantar, a chance de provar o menu degustação preparado por Ari. Consomê de galinha com angu de fubá e couve – uma “galinha caipira chique”, como brinca Ari –; Ravióli de banana da terra e manteiga de sálvia; Leitão a baixa temperatura, mil-folhas de batata e pé-de-moleque. Ah, a salada! Uma explosão de sabores. Vale a visita já!!!

Por Flavia Perin, especial para o WHIZ

The best of Chicago

Millenium Park2

Onde comer e beber, passeios imperdíveis e hotéis top. WHIZ seleciona o melhor da cidade norte-americana. Na foto acima, Cloud Gate, por Anish Kapoor, instalação que reflete o skyline.

PARA VER A CIDADE DE CIMA
O John Hancock Center inaugurou este ano a atração Tilt, uma plataforma em aço e vidro no 94º andar, que se inclina para fora do prédio e permite a visão da cidade para baixo, com adrenalina.
Willis TowerMenos radical, mas igualmente emocionante, o observatório da Willis Tower, considerada durante décadas o maior edifício do mundo, tem o Sky Deck (foto acima) e suas caixas de vidro (The Ledge) no andar 103º, de onde se vê toda a cidade, a beleza do Lago Michigan e os parques.

PASSEIOS
Imperdível

O Millennium Park é um must, local da estrutura escultural do Jay Pritzter Pavilion (assinada pelo célebre Frank Gehry) e a instalação Cloud Gate (o famoso feijão), do artista indiano, radicado na Inglaterra, Anish Kapoor, que reflete o skyline por vários ângulos.
Chicago Art InstituteDe lá, pela ponte, chega-se ao Art Institute of Chicago. Vá à ala moderna, projetada pelo premiado arquiteto italiano Renzo Piano (foto acima) e que abriga as coleções de arte dos séculos 20 e 21. O acervo inclui telas de Jackson Pollock, Willem de Kooning, Eva Hesse, Picasso e Matisse.
Bike
Se tiver tempo, vale a pena alugar uma bicicleta no Bobby’s Bike Hike (540 N. Lake Shore Drive) e contornar a margem do Lago Michigan. Vc pode pedalar até o zoológico do Lincoln Park ou, no sentido contrário, rumo ao Shedd Aquarium (aquário incrível com 32 mil criaturas aquáticas) e o Adler Planetarium.

COMPRAS
A Michigan Avenue, ou Magnificent Mile, como é chamada, reúne desde lojas de departamento, como Sak’s Fifth Avenue e Bloomingdale’s, à American Girl Place (das bonecas), Disney Store, Gap, Prada, Louis Vuitton, Apple, etc.

COMER E BEBER
Joe’s Seafood Chicago: 60 E Grand Avenue. Parceria com a família Weiss, do lendário Joe’s Stone Crab de Miami. Para comer steaks e king crabs (foto abaixo). Reservar.
Joes Chicago

Pump Room: 1301 North State Parkway. Moderno e badalado, do famoso chef Jean-Georges Vongericheten, no hotel Public Chicago. Reservar.
Eataly: 43 East Ohio Street. Filial do cobiçado mercado gourmet, presente em Nova York e ao redor do mundo. Dica para almoçar ou jantar em seus diversos restaurantes especializados – de massa a peixes efrutos do mar.
Howells & Hood: 235 North Michigan Avenue. Na Tribune Tower, homenageia os arquitetos que projetaram a construção neo-gótica, John Howells e Raymond Hood. É um grande pub. No menu, 114 variedades de cerveja e pratos clássicos americanos, incluindo burguers.
Tanta: 118 W Grand Avenue. Novo restaurante do premiado chef peruano Gaston Acurio, tem atmosfera badalada e serve delícias como ceviches e tiraditos (sashimi à moda peruana). Reservar.
Buddy Guy’s Legend: 700 South Wabash. Shows de blues. Para garantir uma mesa, reserve para jantar.
Andy’s Jazz Club: 11 E. Hubbard Street. Lugar histórico, datado de 1951. Para garantir uma mesa, reserve para jantar.

ONDE DORMIR
Clássicos e top, a poucos passos da Magnificent Mile, Peninsula Chicago e Four Seasons. SOHO House Hotel (foto abaixo), recém-inaugurado, faz parte do grupo com origem em Londres e segue a filosofia de ser um badalado e moderno ponto de encontro de hóspedes e associados.
Soho House Chicago

Comer e beber em Mendoza

14 - Vinicolas - Bodega Catena Zapata (3)

Aos pés da Cordilheira dos Andes, Mendoza é capital dos vinhos argentinos, responsável por 70% da produção nacional. A altitude moderada, a irrigação obtida pela água do degelo andino e os dias ensolarados e noites frias contribuem para criar o ambiente ideal para o cultivo de uvas. Fundada em 1561, a charmosa cidade encanta por sua arquitetura de traços aristocráticos europeus e o ritmo de vida cada vez mais cosmopolita, preservando, porém, os ares de lugarejo do interior. Na paisagem, um mix de montanhas, rios, vales, desertos e, é claro, vinhedos sem-fim. E Mendoza é ponto de partida para inúmeras atividades ao ar livre, como golfe, rafting, trekking, biking, esqui, escalada e cavalgadas. Para completar, o Parque Provincial do Aconcagua, que abriga o pico mais alto das Américas, fica a 180 km. Na foto acima, a Bodega Catena Zapata.

Onde comer?
1884 Francis Mallmann (foto abaixo): neste célebre restaurante local, o aclamado chef argentino prepara pratos tradicionais com toques criativos.
10 - Restaurantes - 1884 Francis Mallmann (2)
O ambiente é elegante e fica na Bodega Escorihuela Gascón, construída em 1884 – daí o nome do restaurante. Belgrano, 1188, Godoy Cruz, tel. +54 261 424-2698.
Grill Q: o mais novo restaurante do Hotel Park Hyatt serve o tradicional churrasco argentino e outras especialidades argentinas. Calle Chile, 1124, tel.+54 261 441-1225.

Onde beber?
Familia Zuccardi (foto abaixo): a combinação da tradição com técnicas modernas é o destaque da vinícola da família Zuccardi. Nas degustações, almoços ou jantares gastronômicos, a estrela é o vinho preparado em solo mendocino desde 1963. O charmoso restaurante é panorâmico e oferece uma bela vista para o vale. Ruta Provincial 33, km7,5, Maipú, tel. 54 261 441-0000 (35 km ao leste de Mendoza). Visitas com reserva.
15 - Vinicolas - Familia Zuccardi (2)
Bodega Catena Zapata: a adega que pertence à família Catena já passou por quatro gerações. Pioneiros no estudo dos microclimas de Mendoza, os Catena trabalham há quase três décadas para elevar seus vinhos ao mais alto nível de qualidade. Estrada Cobos s/n, Agrelo. Luján de Cuyo (30 km ao sul de Mendoza), tel. +54 261 413-1100. Visitas com reserva antecipada.
Mendel: a vinícola boutique encanta os visitantes com sua excelente produção de vinhos artesanais. 17 - Vinicolas - Mendel (2)Nos vinhedos de mais de 80 anos, se destacam as variações de malbec e cabernet sauvignon. Terrada 1863, Mayor Drummond, Luján de Cuyo (9 km ao sul de Mendoza), tel. + 54 261 524-1621. Visitas com reserva.

SE VOCÊ FOR
Onde dormir?
Park Hyatt Mendoza (foto abaixo): sua localização é perfeita, no coração de Mendoza. Os quartos são amplos e contemporâneos e os três restaurantes e dois bares apresentam os vinhos e a culinária da região, incluindo a tradicional parrillada. 
5 - Hoteis - Park Hyatt Mendoza (1)
 Periodicamente, o hotel organiza o evento Masters of Food & Wine, no qual hóspedes cozinham junto com chefs e sommeliers. O Kaua Club & Spa oferece os melhores tratamentos antioxidantes, alguns deles à base de vinho e óleo de oliva.

Entre Cielos Hotel (foto abaixo): também aos pés dos Andes, este hotel hospeda em apenas 16 quartos, todos com design e arquitetura elegantes, além de um loft-mezanino em meio aos vinhedos. Lá se produz um dos melhores vinhos malbec do mundo! O Hamam Spa permite experimentar o banho turco e tratamentos à base de vinho.
4 - Hoteis - Entre Cielos (3)
The Vines Resort & Spa: envolto pela cordilheira, um belo lago e um campo lindo, The Vines é um refúgio confortável e sofisticado, com 22 vilas espaçosas. Além de descansar, há a chance entrar em contato com a cultura argentina. Seja no restaurante Siete Fuegos, de culinária regional, ou nas atividades organizadas lá, como a degustação de vinhos malbec. No spa, fragrâncias exclusivas formuladas para combinar com os elementos fogo, água, ar, terra e luz. Leia mais neste link.
Cavas Wine Lodge (foto abaixo): parte da coleção Relais & Chateaux, o Cavas fica entre os vinhedos da região de Luján de Cuyo, próxima de Mendoza.
2 - Hoteis - Cavas Wine Lodge (2)
Com apenas 14 quartos, oferece uma atmosfera romântica, exclusiva e de extremo conforto. Vinhos e a elaborada gastronomia fazem parte da experiência, além de atividades como trekking, rafting e cavalgadas.

Por Equipe Teresa Perez